quinta-feira, 9 de setembro de 2010

O inimigo está fechando o cerco

O inimigo está fechando o cerco

Talvez não seja novidade para nós, não seria para os pregadores do passado e muito menos para Deus este artigo. O inimigo está fechando o cerco!

O que pregar a fim de evitar melindres por parte dos ouvintes? Paulo disse a Timóteo para que pregasse a Palavra a tempo e fora de tempo (2Tm 4.2). Isto é: pregue a Verdade e não se preocupe com a reação de quem quer que seja.
Mas há implicações sérias nessa exortação de Paulo. Se o pregador enfatiza o controle da língua, logo os maledicentes dizem: “Isso é cobra mandada para nós”. Se o homem de Deus prega sobre família, ensinando que Deus odeia o divórcio, que os maridos precisam amar suas esposas, as mulheres devem ser submissas aos maridos, os filhos obedientes aos pais, que os pais não devem provocar seus filhos à ira, logo vem a reação: “O pregador está querendo nos atingir”.

Se leva um sermão condenando o adultério, e no auditório há um adúltero ou uma adúltera, logo vem a reação: “Alguém falou de mim para ele”. Se apresenta uma mensagem sobre lealdade, logo entram em ação os desleais e atacam sua mensagem, justificando-se.


Mas não pára por aí. Se o pregador prepara um sermão sobre Missões, falando das necessidades do Brasil e do mundo, imediatamente os que acham que “missões é aqui mesmo” fecham suas mentes, seus corações e seus bolsos para a realidade do mundo sem Cristo e arranjam uma desculpa para não participarem.

Se ele fala sobre a mordomia dos bens, vêm os descontrolados financeiramente e replicam: “Ele é impiedoso para conosco”. Já pensou na repercussão de uma mensagem sobre o dízimo? “O pregador disse que sou ladrão citando Malaquias 3.8-10”.


Somos tentados a não pregar abertamente contra o pecado porque pode haver muita gente no auditório que está vivendo no pecado. Nosso coração, que é enganoso, vai nos sugestionar para a confrontação “soft” a fim de ficarmos bem com todos. É a famosa média: jogar com a torcida, falar o que o povo deseja ouvir e não o que Deus quer falar. Essa é a grande tentação que o pregador sofre.

Talvez o maior exemplo que temos no Velho Testamento seja o profeta Jeremias. Ele foi tido como traidor, foi perseguido, maltratado, abandonado, mas jamais deixou de falar tudo o que Deus pediu que falasse. Humanamente falando, ele tinha todas as desculpas para não pregar contra aquele povo duro e obstinado a não andar como Deus queria, mas não temeu e nunca deixou de dar o recado divino.


O pecado que se avoluma não pode deter a eficácia confrontadora da Palavra. Cada dia fica mais difícil pregar porque a revelação satânica está fechando o cerco. A tal revelação pode nos levar a não convidarmos nossos vizinhos ou amigos com medo de que eles fiquem ofendidos com a clareza com que a Bíblia mostra seus pecados. Veja a intrepidez de Pedro em Atos 2.23: “Este homem lhes foi entregue por propósito determinado e pré-conhecimento de Deus; e vocês, com a ajuda de homens perversos, o mataram, pregando-o na cruz”. Olha o que aconteceu: naquele dia quase 3.000 pessoas se converteram (At 2.41).


Quanto mais se fechar o cerco satânico, mais deve crescer a ousadia das sentinelas de Deus.

 “Quando eu disser ao ímpio que é certo que ele morrerá, e você não falar para dissuadilo de seus caminhos, aquele ímpio morrerá por sua iniqüidade, mas eu considerarei você responsável pela morte dele” (Ez 33.8).

Antonio Mendes Gonçales
Pastor da PIB de Atibaia, SP, e membro da JMM

Fonte:

www.jmm.org.br

www.porcristovou.org.br

Meus Agradecimentos ao irmão Sérgio Dias,Redação Jornal Missões Mundias.

Em Cristo

2 comentários:

  1. Minha irmã, bela mensagem... Na minha igreja, pregamos a Verdade, doa a que doer, estamos cansados de milindres, de gente que quer a facilidade do evangelho barato que é pregado hoje por esses pastores, que tem compromisso com seu próprio umbigo, e não com o Reino de Deus... Vou postar essa mensagem em meu blog, com todos os créditos...quanto mais gente ler, melhor! Bj, Deus a abençoe!

    ResponderExcluir
  2. Oi amada...
    Sua postagem me levou a pensar nas verdades que deixamos de falar, tantas e tantas vezes, impedindo-nos de andarmos em transparência. Que Deus tenha misericórdia e nos perdoe.
    Graça e paz!

    ResponderExcluir

Deixe seu comentário.Mas faça isso, sempre com respeito,com palavras,que edifiquem e abençoe aos leitores.Pois assim o fazendo estaremos exalando o Bom perfume de Cristo.A sua opinião é muito importante .Fico grata por sua visita.

Pesquisar este blog

"Todo aquele que ler estas explanações,quando tiver certeza do que afirmo,caminhe lado a lado comigo;quando duvidar ,como eu,ivestigue;quando reconhecer que foi seu erro,venha ter comigo;se o erro for meu,chame minha atenção.Assim haveremos de palmilhar juntos o caminho da caridade em direção áquele de quem está dito:Buscai sua face".Agostinho de Hipona

Minha lista de blogs

Para pensar

"Estudo a minha Bíblia do mesmo modo que colho maçãs.Primeiramente,chacoalho a árvore toda,de forma que os frutos maduros caiam.Depois,chacoalho cada galho,e quando já chacoalhei todos os galhos,chacoalho cada ramo e cada ramificação.Então,olho embaixo de cada folha"
Martinho Lutero

Coroa de espinhos

"Eu não ousaria usar uma coroa de ouro na terra onde o meu Senhor usou uma coroa de espinhos"

Charles H.spurgeon

Pedagogia de Jesus

Pedagogia de Jesus

Escola Bíblica Dominical

Escola Bíblica Dominical
O que ensina esmere-se no fazê-lo.

O Desejo de servir

Um dos elementos essenciais para a qualificação de um professor é o interesse que deve ter pelo povo e o desejo de servi-lo bem,de ajudá-lo.Sem esta qualidade, o mestre será "como o metal que soa,ou como o címbalo que retine",muito embora conheça bem a Bíblia, o discípulo e os métodos de ensino.Nada pode suprir a falta de interesse pelo bem estar de nossos semelhantes.Saber enfretar uma grande classe,possuir boas estatísticas, ou conhecer de sobejo os melhores métodos de ensino não constituem substituto a´propriado para aquele profundo interesse que devemos ter pelo próximo.

Lobo com pele de cordeiro

Lobo com pele de cordeiro
Cuidado

Falsos mestres

Existem líderes(pessoas) divorciadas de qualquer profundo compromisso com Cristo.
E pior muitas vezes tais pessoas assumem posição de influência,tornam-se arcanjos da comunidades vestem-se de pastor,falam como teólogos,ensinam como mestres,insinuam-se profetas.Esses são os disimuladores...Judas vs 4

D.L. Moody

'Nossa época ainda está para ver o que Deus pode fazer usando um homem cuja vida seja inteiramente comprometida com Ele".

Moody disse: Eu serei este homem.

Evangelista

Evangelista
Amor pelas almas

Amor em ação

Amor em ação