segunda-feira, 9 de agosto de 2010

Oração e Obediência

Oração e obediência

Um soldado estava no seu posto na entrada principal de uma base militar quando um carro oficial chegou com dois homens no banco dianteiro.

Ele parou o carro e pediu para que os homens se identificassem.

Imediatamente, o oficial de dentro do carro começou a gritar para ele: “Você não me reconhece? Eu sou o general em comando desta base militar.” O soldado respondeu com tranqüilidade:

“Desculpe-me, senhor, mas as minhas ordens são para atirar na pessoa que não se identifica.” Novamente, o oficial gritou: “Soldado, você pode ser rebaixado por seu comportamento.” O soldado apontou sua arma e disse:

“Desculpe-me, senhor, por não conhecer o procedimento, mas eu devo atirar primeiro em você ou no seu motorista?”

O general imediatamente mostrou seu cartão de identidade e foi lhe permitido passar em segurança.

Obediência é uma virtude exaltada e a qualidade de um soldado. È a primeira e última lição aprendida por ele. Ele tem que aprender a obedecer a qualquer hora, sem questionar e sem reclamar. Como soldados valorosos de Jesus Cristo, temos que lutar o bom combate sem questionar nem reclamar.

Onde o soldado cristão recebe suas ordens? No seu aposento de oração. A parte mais importante da oração não é o que nós falamos, mas o que Deus fala para nós. Nós devemos escutar para receber as ordens dadas pelo Espírito Santo.

Obedecer é agir com fé, como também é a forma de provar o amor.

Jesus disse: “Aquele que tem os meus mandamentos e os guarda, esse é o que me ama;” (Jo 14.21) Outrossim, obediência é a forma de preservar o amor.

Jesus também disse: “Se guardardes os meus mandamentos, permanecereis no meu amor, do mesmo modo que eu tenho guardado os mandamentos de meu Pai e permaneço no seu amor.” (Jo 15.10)

O dom do Espírito Santo na sua plenitude depende da nossa obediência. Disse o Mestre: “Se me amardes guardareis os meus mandamentos. E eu rogarei ao Pai, e ele vos dará outro Consolador, para que fique convosco para sempre,” (Jo 14.15,16) O que é obedecer? È fazer a vontade de Deus e guardar seus mandamentos. Aquele que ora está sempre disposto a obedecer. A falta de obediência na nossa vida impede as nossas orações. “E qualquer coisa que lhe pedirmos, dele a receberemos; porque guardamos os seus mandamentos, e fazemos oque é agradável à sua vista.” (1Jo 3.22).

Algumas semanas atrás, na Califórnia, indo ao banco para fazer uma transação, observei que alguns dos funcionários estavam no intervalo do cafezinho, então a própria gerente veio me atender. Ela me cumprimentou e perguntou:

“Como vai hoje, Sra. Johnson?” Fiquei surpresa por ela haver me reconhecido dentre tantos clientes do banco porque eu não a conhecia pessoalmente. Em seguida, ela perguntou sobre meu filho que mora no Brasil. Fiquei curiosa e perguntei como ela o conhecia. Ela respondeu que por muito tempo, ela havia freqüentado a nossa igreja local das Assembléias de Deus onde temos o nosso escritório norte-americano. Mas ela acrescentou que não estava indo mais lá, e eu perguntei a razão. Ela deu alguns motivos justificáveis, e disse que estava freqüentando outra boa igreja evangélica onde o pastor é um bom ensinador bíblico. Nós conversamos mais um pouco e eu me despedi dela.

Quando saí do banco, o Espírito Santo falou comigo sobre ela e disse que ela foi profundamente ofendida por algumas coisas que aconteceram em nossa igreja. Ele também me disse que, como uma das líderes e representantes da igreja, eu precisava pedir perdão a ela em nome da igreja. Fiquei com muitas dúvidas naquele momento, perguntando-me por que eu precisava pedir perdão. Não fui eu que a ofendi; mas sim, outras pessoas. Mas, o Espírito Santo insistia comigo cada vez que eu começava a orar e eu tentava resistir às ordens que Ele mês dava. Alguns dias depois, eu tive que voltar ao banco para tratar de outros assuntos. A mesma gerente me viu e veio me cumprimentar. Eu sabia que precisava obedecer ao Espírito Santo. Ao me sentar em frente sua mesa, comecei a falar-lhe em obediência a Ele: “Minha irmã, eu creio que o Espírito Santo quer que eu peça perdão em nome da igreja pelas ofensas cometidas contra sua pessoa. Você aceita este pedido?” Ela ficou quieta um momento e iniciou uma confissão. Eu estava totalmente despreparada para o que ela me confessou: “Eu estive vivendo em pecado com um homem e ontem nós brigamos e ele foi embora. Eu preciso me arrepender diante de Deus e voltar à igreja.”

Enquanto chorávamos juntas, eu estendi as minhas mãos e a abracei. Oramos juntas ao lado da mesa dela, em meio ao movimento daquele banco. Quando me despedi dela, ela estava sorrindo e eu senti que havia paz em seu coração novamente. Eu também senti paz em minha alma porque obedeci as ordens dadas pelo Espírito. Enquanto eu estava orando mais tarde naquele dia, eu perguntei a Deus PR que aquela gerente ficou vulnerável ao Espírito Santo, depois que eu lhe pedi perdão. A resposta dEle foi bem simples: “Sua obediência a induziu obedecer.” Que estejamos prontos para ouvir a voz do Espírito no nosso aposento de oração e obedecer suas ordens, para que muitas almas sejam restauradas, saradas e reunidas à família de Deus. E.M Bounds, pastor e escritor de renome, passou os últimos 17 anos da sua vida em leitura, oração e escrevendo livros. Ele tinha o costume de se levantar diariamente às quatro horas da madrugada para fazer seu devocional particular. Escrevendo sobre a oração e obediência, ele disse: “A obediência baseada no amor nos coloca na posição de podermos pedir qualquer coisa em nome dEle com a certeza de que ele nos atenderá”. A obediência baseada no amor nos torna beneficiários da abundância de Cristo e das riquezas da Sua graça pelo Espírito que vem habitar em nós. A obediência entusiástica a Deus nos qualifica a orar efetivamente. A falta de obediência na nossa vida destrói nossa capacidade de orar. Viver em desobediência fecha a porta ao lugar Santíssimo. Ninguém consegue orar verdadeiramente, sem obedecer.

Durante a década de sessenta, um jovem pastor chamado David Wilkerson, residindo no interior do estado da Pennsylvania, EUA, estava assistindo os noticiários de televisão em um domingo à noite. O Espírito Santo começou a falar com ele sobre o desperdício do seu tempo e o pouco que gastava em oração. Desligou o aparelho de TV, entrou em seu gabinete, para não acordar a família, e começou a orar.

No início, ele achou difícil orar por uma hora, mas no decorrer do tempo, ele conseguiu passar mais e mais tempo em oração. Logo depois, ele leu no jornal sobre uma quadrilha de jovens que espancou um outro jovem até a morte, que vivia em cadeira de rodas.

Quando ele viu a foto dos rapazes sendo julgados por homicídio, o Espírito Santo o impeliu a que fosse assistir ao julgamento em Nova Iorque. Aquele incidente foi o início do seu envolvimento com os jovens atribulados nas ruas de uma das maiores e mais violentas cidades do mundo. Durante os últimos quarenta anos, Deus aumentou o trabalho do Desafio jovem, fundado por David Wilkerson, em todo o mundo, o qual tem alcançado muito das principais cidades e têm restaurado a vida de multidões de jovens, vítimas das drogas e do álcool. Sendo amigo íntimo do pastor Bernhard Johnson, aceitou o convite para visitar o Brasil em 1972, para implantar este importantíssimo trabalho em nosso país. Os resultados das cruzadas evangelísticas que os dois realizaram no espaço de dez dias foram de 35.000 pessoas aceitando a Jesus como Salvador, das quais 25.000 tinham menos de 25 anos de idade. Hoje, o Desafio jovem no Brasil é um exemplo marcante da obediência e que tem alcançado milhares de jovens necessitados.

Deixemos que o Espírito Santo produza em nós a obediência simples e total, que resultará em uma colheita abundante de almas através da oração.

Fonte:Revista EETAD-Ano 1,Nº 3

Meus Agradecimentos a diretoria EETAD pela autorização.

Em Cristo

Um comentário:

  1. Maravilhoso seu texto. Obedecer é melhor que sacrificar. Paz amigaaaa. Bjss

    ResponderExcluir

Deixe seu comentário.Mas faça isso, sempre com respeito,com palavras,que edifiquem e abençoe aos leitores.Pois assim o fazendo estaremos exalando o Bom perfume de Cristo.A sua opinião é muito importante .Fico grata por sua visita.

Pesquisar este blog

"Todo aquele que ler estas explanações,quando tiver certeza do que afirmo,caminhe lado a lado comigo;quando duvidar ,como eu,ivestigue;quando reconhecer que foi seu erro,venha ter comigo;se o erro for meu,chame minha atenção.Assim haveremos de palmilhar juntos o caminho da caridade em direção áquele de quem está dito:Buscai sua face".Agostinho de Hipona

Minha lista de blogs

Para pensar

"Estudo a minha Bíblia do mesmo modo que colho maçãs.Primeiramente,chacoalho a árvore toda,de forma que os frutos maduros caiam.Depois,chacoalho cada galho,e quando já chacoalhei todos os galhos,chacoalho cada ramo e cada ramificação.Então,olho embaixo de cada folha"
Martinho Lutero

Coroa de espinhos

"Eu não ousaria usar uma coroa de ouro na terra onde o meu Senhor usou uma coroa de espinhos"

Charles H.spurgeon

Pedagogia de Jesus

Pedagogia de Jesus

Escola Bíblica Dominical

Escola Bíblica Dominical
O que ensina esmere-se no fazê-lo.

O Desejo de servir

Um dos elementos essenciais para a qualificação de um professor é o interesse que deve ter pelo povo e o desejo de servi-lo bem,de ajudá-lo.Sem esta qualidade, o mestre será "como o metal que soa,ou como o címbalo que retine",muito embora conheça bem a Bíblia, o discípulo e os métodos de ensino.Nada pode suprir a falta de interesse pelo bem estar de nossos semelhantes.Saber enfretar uma grande classe,possuir boas estatísticas, ou conhecer de sobejo os melhores métodos de ensino não constituem substituto a´propriado para aquele profundo interesse que devemos ter pelo próximo.

Lobo com pele de cordeiro

Lobo com pele de cordeiro
Cuidado

Falsos mestres

Existem líderes(pessoas) divorciadas de qualquer profundo compromisso com Cristo.
E pior muitas vezes tais pessoas assumem posição de influência,tornam-se arcanjos da comunidades vestem-se de pastor,falam como teólogos,ensinam como mestres,insinuam-se profetas.Esses são os disimuladores...Judas vs 4

D.L. Moody

'Nossa época ainda está para ver o que Deus pode fazer usando um homem cuja vida seja inteiramente comprometida com Ele".

Moody disse: Eu serei este homem.

Evangelista

Evangelista
Amor pelas almas

Amor em ação

Amor em ação